Descobrimento do Brasil

O Dia do Descobrimento do Brasil é comemorado em 22 de abril. Esta data representa o dia que as embarcações portuguesas, comandadas por Pedro Alvares Cabal, chegaram pela primeira vez ao território brasileiro, no ano de 1500. Em 2022 o Dia do Descobrimento do Brasil caiu em uma sexta-feira.

O Dia do Descobrimento do Brasil não é um feriado nacional. Veja no calendário abaixo o dia da semana que cai a próxima data (em 2023):

Abril - 2023
DOMSEGTERQUAQUISEXSAB
2627282930311
2Domingo de Ramos
345
6Quinta Feira Santa
7Sexta-feira Santa (Paixão de Cristo)
8
9Domingo de Pascoa
101112131415
161718
19Dia do Índio
20
21Tiradentes
22Descobrimento do Brasil
23242526272829
30123456
Lua CheiaLua Minguante13 Lua Nova20 Lua Crescente27 
Feriado Nacional  Ponto Facultativo  Data Comemorativa Popular  

Imprima aqui seu calendário gratuito:

Quem descobriu o Brasil?

O descobrimento do Brasil insere-se no contexto das Grandes Navegações, uma série de expedições marítimas e de caráter militar iniciadas em 1415 pela Coroa portuguesa, com o objetivo de explorar o oceano atlântico e conquistar novas rotas para as Índias – os portugueses foram os pioneiros nestas expedições. Por quase um século, a prioridade de Portugal foi contornar o continente Africano para chegar as Índias.

No entanto, a descoberta da America em 1492 pelo do navegador espanhol Cristovão Colombo fez Portugal rever a estratégia. Foi então que, no ano de 1500 a Coroa Portuguesa enviou Pedro Alvares Cabral em uma expedição militar para explorar o oceano Atlântico, mas desta vez se afastando da costa da África.

Comandando uma frota com 13 embarcações e cerca de 1500 homens, Cabral partiu de Lisboa em 9 de março de 1500, e teria chegado ao Brasil entre os meses de abril e maio. A análise documentos históricos sugere que Cabral avistou pela primeira vez o monte Pascoal, um morro há 60 quilômetros de Porto Seguro, na data de 22 de abril de 1500, data convencionada como a data do descobrimento do Brasil.

No entanto, registros históricos indicam que o primeiro europeu a pisar em solo brasileiro foi o navegador espanhol Vicente Yáñez Pinzón, em 26 de janeiro de 1500, portanto meses antes de Cabral. Pinzón teria desembarcado no cabo de Santo Agostinho, no litoral sul de Pernambuco. É por este motivo que algumas enciclopédias, como a Britânica e a Barsa, descrevem Pinzón como o verdadeiro descobridor do Brasil. A Espanha, no entanto, não reivindicou a descoberta, e o Brasil terminou oficialmente “descoberto” por Pedro Alvares Cabral e colônia de Portugal.

Independente de qual o primeiro europeu a pisar por aqui, é importante lembrar que as terras brasileiras já eram habitadas por tribos indígenas – estima-se que espaço que hoje ocupa o Brasil fosse habitado na época do “descobrimento” por 5 milhões de índios.

Talvez a expressão correta não fosse “o descobrimento do Brasil”, mas sim “a conquista do Brasil” – afinal, Portugal chegou por aqui em uma expedição militar com 13 embarcações fortemente armadas para conquistar uma terra já habitada e incorpora-la a seus negócios. Neste processo, milhões de vidas dos verdadeiros descobridores destas terras foram perdidas. Hoje vivem no Brasil cerca de 800 mil indígenas, conforme o censo demográfico feito em 2010 pelo IBGE.

Descobrimento do Brasil: a origem do nome

Dom Manoel I, na época o rei de Portugal, foi informado da descoberta de novas terras através da carta de Pero Vaz de Caminha, escrivão da frota de Cabral. As terras foram descritas como “Terra de Vera Cruz”, o nome inicialmente dado ao Brasil pelos portugueses.

Mas porque Vera Cruz? Cabral acreditava que sua caravela carregava lascas de madeira abençoadas, retiradas da cruz que Cristo foi crucificado, um hábito comum entre os navegadores da época. Vera em latim significa verdadeira, daí a expressão Terra de Vera Cruz.

Décadas depois, com a descoberta da árvore nativa do pau-brasil, foi que o território descoberto passou a ser chamado de terra dos Brasis. A exploração dessa árvore pelos portugueses foi a primeira atividade exploratória feita na colônia – a exploração foi tão intensa que o pau-brasil quase foi extinto. Os portugueses usavam o trabalho dos indígenas, com base no escambo, para derrubar a árvore.

Próximas Datas

Veja o dia da semana que cai a data nos próximos anos: